Agradecimentos

A todos aqueles que percorreram este blog e, de modo especial, àqueles que estejam em sintonia com ele, dedico esta definição de Poeta, seleccionada de várias outras que brotaram de circunstâncias diferentes:

Ser Poeta

é ser capaz

de transmitir ao mundo

a Flor da Paz

na cor das Palavras

que há em nós.

É burilar a dor

e transformá-la

na Arte mais pura

dum simples viver.

Ser Poeta

é sentir as pedras da calçada

amar a erva molhada

onde o sol se reflecte

na gotícula de cristal.

Ser Poeta

é poder chegar além

mais feliz do que ninguém

por ter deixado cair

sementes dum advir

a serem úteis a alguém.

M. José S. Almeida

Seguidamente, toda a minha gratidão a quem esteve sempre ao meu lado na construção deste “blog”, como mestra, mas sobretudo como “executante”.

Tentei ser a melhor aluna do “mundo” e assim dei tudo daquilo de que fui capaz.

Para ti, Diva Almeida, o princípio do meu Poema…

Vai pela berma da Estrada

condição segura

para ver melhor a Paisagem.

Leva o silêncio na Alma

para ouvires melhor o cantar das Aves

na sua missão de Viver.