A ti, Natureza

Que posso dizer ao “verde”
quando o vejo, ao passar,
imponente e apelativo
que me fica no olhar?

Sinto que somos iguais
na terrena caminhada
onde a “esperança” preside
seja noite ou madrugada.

Bebemos do mesmo sol
e da água da nascente
até a terra é comum
pra ti “verde” e pra mim “gente”.

Foi por isso que te dei
espaço em meu coração;
aqui te presto louvor
e me faço gratidão.

MJAlmeyda

Sobre mjalmeyda

Autora e divulgadora do Projecto Cultural 'Poemas do País da Vida'.
Esta entrada foi publicada em Partilha. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s